No amor não há pessoas certas, há pessoas que lutam para dar certo. Onde o amor impera, não há desejo de poder e onde o poder predomina, há falta de amor. Não é o amor que sustenta o relacionamento é o modo de se relacionar que sustenta o amor.