As pessoas não estão acostumadas a entrar em contato com suas emoções, identificar os sentimentos e harmonizá-los. Há necessidade do aprendizado terapêutico e desta prática no dia-a- dia. A Psicoterapia promove a saúde e bem estar através da construção deste autoconhecimento em Psicoeducação.

A Medicina Psicossomática concebe o homem em sua totalidade. O tratamento busca a integração dos aspectos sociais, biológicos, ambientais e psicológicos via reconhecimento do doente, ser humano e não apenas de sua doença.

A dinâmica da abordagem cognitiva comportamental  é essencialmente ativa, pois o terapeuta e o paciente interagem de maneira cooperativa, objetivando solucionar os problemas existentes e fazendo com que o paciente identifique e modifique seus pensamentos disfuncionais. É psicoeducativa onde o terapeuta através do processo colaborativo ensina ao paciente o modelo cognitivo comportamental, esclarece sobre a natureza de seus problemas e habilita a prevenção de possíveis recaídas.

Pais e educadores ao percebem a característica humana evolutiva se deparam com a falta de conhecimento orientado e dirigido ao desenvolvimento saudável de seus filhos. A Psicoeducação acessa medidas assertivas onde podemos proporcionar a formação atualizada e adaptativa.

Como Orientadora Educacional, Psicóloga e Pedagoga atuando por 20 anos junto às famílias e escolas, percebo o quanto o nosso saber a respeito do funcionamento cerebral dos jovens se torna imprescindível para lidar com esta etapa da vida. O desafio é proporcionar novo significado aos relacionamentos. Estes “cérebros” precisam de orientação, mas isto somente ocorre se os seduzirmos ao auxiliá-los nesta etapa tão relevante e difícil. Nossos valores precisam ser resgatados mutualmente, portanto não basta agradá-los atendendo suas vontades. Eles somente aprenderão algo, se quiserem lutar por isto.

No amor não há pessoas certas, há pessoas que lutam para dar certo. Não é o amor que sustenta o relacionamento é o modo de se relacionar que sustenta o amor. A dinâmica da abordagem cognitiva comportamental consiste num processo essencialmente ativo. O terapeuta utiliza técnicas que promovem a resolução dos conflitos, desenvolvendo habilidades construtivas e assertivas criadas pelos pacientes e integradas aos relacionamentos.

Somos seres humanos coletivos e quando vivemos por um propósito acessamos nossa felicidade. O sentido da vida está em realizamos este propósito fazendo a diferença trazendo um sentido promissor aos nossos semelhantes.