Culpa

CHEGA DE CULPA!

Quanto maior a expectativa maior a frustração. Vivemos nos cobrando e nos julgando inadequados e cotidianamente muito distantes de nosso ideal. Nossas conquistas são quando conquistadas sinônimo de “Ah! Era isso…”.

O sentimento de culpa vem incomodando o tempo todo e nos jogando “para baixo” devido às frustrações muitas vezes derivadas de expectativas equivocadas. Convido-os a repensar a culpa aprendendo a lidar com a vida naturalmente:

1 – DIFERENCIE CULPA DE RESPONSABILIDADE

Culpa é veredicto, ou seja, decorre de um julgamento. Responsabilidade todos nós temos sempre. Afinal, já nos disse Einstein, só não erra quem provavelmente nunca experimentou algo novo.

2 – APRENDA A DIZER NÃO

Saiba colocar sua “fronteira emocional” sendo responsável afetivamente por si mesmo.

3 – REDUZA EXPECTATIVAS

“É preciso saber viver!” Seja mais observador, visual, sem julgamento e vá desenvolvendo sua capacidade decisória através desta experiência.

4 – BUSQUE SE CONHECER

Procure um local antisséptico, ou seja, faça terapia. O mundo está muito doente e nós estamos doentes. A terapia trata o significado deste adoecimento e este se torna o seu “gap”. Acreditamos na Psicossomática que nossas doenças são oportunidades fabricadas inconscientemente para despertarmos e nos tornarmos realmente saudáveis. Concordo com Hipócrates “O que te fere é o que te cura!”.

5 – RESPEITE SEU CORPO

Seja dedicado a si mesmo, se permita sua beleza. Ela precisa se dar em sua expressão, mas para tal você novamente terá que se tornar um observador calmo. É como se nosso corpo precisasse deste silêncio para conversar com você. A partir deste diálogo descubra ações e transforme seu estilo de vida apropriado aos anseios corporais prazerosos então revelados.

6 – NÃO SE COMPARE AOS OUTROS

Novamente seja responsável afetivamente por si mesmo, ou seja, primeiramente se observe, se respeite, se reconheça e se goste. Depois se quiser focar em melhorar a partir da inspiração que alguém lhe dá pelo exemplo, siga em frente.

7 – PARE DE SE IMPORTAR

Os problemas fazem parte da vida e nos desafiam a criar recursos para nosso própria evolução. Não resista e aceita sua condição de que viver “dá trabalho” e deguste o processo.

Estas dicas são a descrição do tratamento proporcionado em terapia. A aliança terapêutica facilita e agiliza esta processo de amadurecimento tornando cada um dos 07 passos assertivo. “Todo mundo merece fazer terapia, todo mundo merece ficar bem.”