57219ac05f1003c70fdfd21c 564b6845e7c607cc585c3b4a O STRESSED WORRIED WOMAN STOCK THINKSTOCK OWN Facebook 1030×515

ATITUDES QUE TE LIBERTAM DO SOFRIMENTO MENTAL

Segundo Freud: “Todo pensamento é um ensaio para a ação”.

Nossa realidade só existe no instante em que olhamos para ela e damos significado aquele momento.

Para acessarmos o potencial que estamos precisando e mudar nossa realidade através deste “ensaio” em nossos pensamentos pode ocorrer via atitudes simples:

1 – SORRIA e desarme sua programação neural “viciada”

Observe seus pensamentos e emoções com frequência. Feito isso, sempre que perceber que está sofrendo com algum pensamento, comportamento ou sentimento, tente acessar uma recordação em que sorriu ou tente começar a sorrir imediatamente. Isto “enganará” seu cérebro programado.

2 – RELAXE com a técnica da respiração cruzada de George Pratt, Ph.D., e Peter Lambrou, Ph.D 

• Sentado, cruze o tornozelo esquerdo sobre o direito.
• Apoie a mão esquerda sobre o peito, de forma que os dedos fiquem sobre o lado direito da clavícula. Depois, cruze a mão direita sobre a esquerda, de forma que os dedos desta mão fiquem apoiados sobre o lado esquerdo da clavícula.
• Inspire pelo nariz e expire pela boca. Ao inspirar, deixe a língua tocar o céu da boca, bem atrás dos dentes superiores. Ao expirar novamente, toque os dentes inferiores com a língua.
• Continue respirando de forma suave, durante 2 minutos.
• Terminado o exercício, continue seus afazeres normalmente.
• Vale lembrar que este exercício pode ser utilizado em qualquer lugar ou circunstância.

3 – MEXA-SE: o corpo em movimento alivia suas tensões

Os exercícios físicos produzem muitos benefícios, dentre esses a produção de endorfina, chamada de hormônio do bem-estar.  Além do seu efeito analgésico, acredita-se que as endorfinas controlam a reação do corpo à tensão, regulando algumas funções do sistema nervoso, que determinam o humor. Elas também podem regular a liberação de outros hormônios e ajudar na memória, imunidade, dores, concentração, vida sexual e muito mais.

4 – Pratique a simplicidade da observação

Este hábito é um dos mais saudáveis e difíceis que devemos desenvolver no nosso dia a dia. Observar a natureza é sempre muito agradável, mas observar o ser humano pode ser bem difícil. Observar a si mesmo é ainda mais desafiador.

• Comece percebendo onde você está. Qual luminosidade, sons e temperatura do local. Observe as pessoas ao seu lado, como falam e como se portam. Só observe-as, sem julgamentos. Apenas constate. Enquanto o julgamento gera emoções, a constatação não, são apenas fatos. Se você consegue constatar, sem julgar, terá com certeza menos da metade de problemas que a maioria cria.

Escolha viver com mais leveza e melhor. A psicoterapia pode ajudar e gerar a motivação para praticar a saúde plena em sua vida. Ter auxílio profissional neste processo pode ser o que falta para estar desenvolvendo sua motivação à auto ajuda e consequente qualidade de vida.